quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Episodios da minha vida 2# (diva que é diva, voa no bus)


Hi Hearts, hoje venho partilhar com vocês, mais outro episódio estranho da minha vida. Há uns dias, num dia dito normal, fui trabalhar e sai ás 18h. Apanhei o autocarro das 18h45, ate entrei a falar ao telemovél e encontrei a minha amiga, a joana, estava tudo normal até aqui.

Viemos a conversar sobre a vida até chegarmos perto da paragem. Estavamos a analisar que vivemos perto uma da outra, mas que eu tenho o hábito de sair na paragem do pingo doce, e ela na que fica ao lado da escola.
Bem eu não sei porque, mas eu gosto mais de ir a direito até casa, já a Joana perfere contronar a escola e ir até casa.

Nada demais embora a distância seja sempre a mesma...

Bem iamos no autocarro, quase a chegar a paragem, eu deixei passar a curva, antes de nós aproximarmos do pingo doce, e comecei a iniciar o meu andamento para a saída de trás, para seguir as bem ditas indicações de sair pela porta de trás. O que acabou por resultar numa situação um pouco fatal! As pessoas na passadeira a frente, acharam giro atravessarem sem olhar, e quase serem levadas pelo autocarro. O que fez com que o motorista travasse a fundo, e eu bem...eu tentei agarrar-me com força, mas o resultado não foi o esperado.
Basicamente voei, e vim a deslizar até a frente do autocarro...senti todo o meu glamour de diva a deslizar pelo chão, até a caixa de mudanças, bem como o pânico geral, pela minha ideia de respeitar as normas ter falhado redondamente.

Basicamente cai e deslizei de costas, até quase bater com a cabeça na frente do autocarro. Durante a queda senti-me num escorrega e ao mesmo tempo, só pensava aceito que a minha ideia não foi a melhor, e que tou a colher as consequências dela. Estou a cair, como nunca ninguém caiu neste corredor, e nem consigo ouvir nada. Acho que experimentei algo semelhante a ser sugada para um buraco negro, ou até a sensação de gravidade zero, pois senti-me leve a deslizar pelo ar...

No final, só consegui levantar-me porque todos me puxaram e eu só foi capaz de dizer obrigada e pedir desculpas a todos pelos ter preocupado.

O saldo da situação foi sentir-me idiota, dorida e pensar, que nunca pensei viajar dentro do bus a dobrar.



Moral da história: nem que falte um mm, nunca mais me levanto do bus em movimento, e também aprendi que se a porta da frente ta ao lado, não vou para a de trás, '-' até porque a minha tendência será rebolar para a frente de volta... ^^'


*hugs*

Naipes

10 comentários:

  1. Opa desculpa, mas ri-me imenso a ler o que te aconteceu. Eu sei que é malvado e provavelmente vou ser castigada e cair da próxima vez que entrar no autocarro, mas não consegui evitar rir.
    No entanto, para te poderes rir de mim também, conto-te a minha história: num dia em que o meu autocarro ia completamente cheio e eu de pé próxima da porta de trás (a maldita porta de trás), o autocarro fez uma curva tão brusca que eu desequilibrei-me e fiquei complemente colada ao vidro da porta xD
    Conclusão: evitar a todo o custo a porta de trás!

    Beijinho
    Daniela
    Blog Cidade do Pecado | Facebook | Snapchat: cidadedopecado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A porta de trás é uma malvada. xD
      Não levo nada a mal querida, acho normal. Eu fiz uma figura ridícula. lol

      *hugs da Naipes*

      Eliminar
  2. Ai nossa, isso nunca me aconteceu, mas tenho imenso medo! O que eu costumo fazer é levantar-me quando o autocarro pára na paragem anterior aquela em que quero sair.

    Lena's Petals xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu por vezes também o faço nos de Lisboa, mas isto deu-me um certo medo. :/
      Apesar de saber que fiz figura de parvinha, sei que foi perigoso. ^^'

      *hugs da Naipes*

      Eliminar
  3. Isso até agora nunca aconteceu mas espero não me vir a acontecer!
    Blog / Facebook / Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo :)
      Não desejo a ninguém querida!
      *hugs da Naipes*

      Eliminar
  4. Acho que não tens bem noção do que eu me ri com o teu "relato". Meti-me a imaginar toda a situação.
    Beijinhos.
    Maria Crescida
    Maria Sem Limites

    ResponderEliminar
  5. Já me aconteceu uma cena parecida, aprendi a lição tal como tu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A porta de trás é um demônio disfarçado. XD
      *hugs da Naipes*

      Eliminar